terça-feira, 15 de maio de 2018

Uma história de perseverança e determinação!

                         Após 65 anos ele resolve estudar e se forma aos 79 anos em história!


Seu Valdir superou a pobreza e a doença da mulher e conquistou diploma universitário!


Rio - Essa é daquelas histórias que servem de incentivo para quem acha que seus objetivos são muito difíceis de alcançar. De família pobre e desde cedo trabalhando duro em várias funções para sobreviver (atuou em lapidação, em gráfica, foi motorista e carregador), Valdir de Lima não teve tempo de estudar. Por causa disso, manteve-se sem saber ler e escrever até os 65 anos de idade.
Isso não impediu que se apaixonasse pela carreira de História (Veja um vídeo sobre o curso). "Foram minha mulher e meus filhos que me ajudaram a ler. Comprava jornais, revistas e livros e ficava encantado com a história das pessoas, dos lugares", conta ele. Aos poucos, foi aprendendo mais com as aulas do Telecurso 2000. "Sou autodidata", orgulha-se.
Resolveu ir mais longe. Fez o Ensino Médio e depois matriculou-se no curso de História da Universidade Estácio de Sá. Por 8 anos, dividiu o tempo entre a sala de aula da universidade e o quarto de hospital onde sua mulher estava internada. Ela teve que tirar um rim e acabou falecendo, depois de uma convivência de 56 anos. Mesmo sem sua maior incentivadora ao seu lado, Seu Valdir continuou os estudos.
Como resultado, Seu Valdir se formou historiador no fim de março, aos 79 anos, sob aplausos dos colegas mais jovens. "Levantar aquele canudo foi libertador", desabafou Valdir.

Cristina Danuta

segunda-feira, 1 de janeiro de 2018

Como Ler a Bíblia em Um Ano

Olá meus queridos ,um feliz ano novo a todos!!
Que Deus abençõe grandemente todos vocês!!!
E nada melhor do que buscar a Deus, tê-lo como centro das nossas atenções em todos os sentidos das nossas vidas!!
Portanto você que não conseguiu ler a bíblia toda,sempre tem algo que atrapalha,não consegue obter uma leitura diária,aqui vai algumas dicas para você,espero que sirva e goste!!
Um ano é um período mais que suficiente para se ler a Bíblia, independentemente do motivo (devoção, cultura ou algo mais pessoal). Antes de começar, pare e pense em como quer cumprir a tarefa. Você pode fazer a leitura sozinho ou em grupo; ler uma ou várias traduções diferentes; ler com ou sem comentários ou contextualização etc. O importante é manter o ritmo e avançar aos poucos.

                                      Planos de leitura bíblica

A bíblia é um livro grande, composta de 66 pequenos livros. Então para conseguir lê-la toda em um ano, você precisa se planejar.  Você sabe quantos capítulos tem a bíblia?
Exatamente 1189, então, a primeira tarefa é dividir isso para cada dia do ano, ou seja:
1189/365 = 3,2
Você deve ler, em média 4 capítulos da bíblia, TODOS OS DIAS, para concluir sua tarefa.
Agora, o certo é que alguns capítulos são enormes, e outros pequenos. Alguns são fáceis de ler, outros super difíceis. Então a dica é:
Alterne sua leitura. Leia, por exemplo, dois capítulos do Velho Testamento, e dois capítulos do Novo Testamento, todos os dias.
Tenha em mãos um caderno para ir anotando os capítulos do dia, tipo:
Dia 1/1 –  Gênesis 1 e 2

Tenha um dicionário em mãos:

Leia a bíblia com um dicionário em mãos – isso será muito útil no caso de você encontrar alguma palavra mais complicada de entender. Se você é como eu, do tipo que não tem medo de rabiscar e colorir tudo, então anote a tradução da palavra em
um cantinho da própria página da bíblia. Assim você sempre terá em vista.

Crie um caderno de anotações:

Outra dica legal é ter um caderno de anotações. Sim, juntamente com sua bíblia, tenha um caderno onde você irá anotar todas as principais dúvidas que teve ao ler determinado trecho.
E depois busque alguém que possa lhe ajudar a entender. Seja seu pastor, algum cristão sério na sua igreja, ou mesmo um grupo no Facebook cujo propósito seja estudar mais a Palavra de Deus (no final do artigo lhe indicarei um).

Use o bom senso e contextualize as situações:

Nem sempre você encontrará respostas claras em relação à Palavra de Deus. E é exatamente por isso que temos tantas denominações diferentes:
– presbiterianos
– metodistas
– batistas
– assembleianos
Todos pregam o mesmo evangelho, estudam o mesmo livro, mas possuem visões diferentes. Então, a dica é: conheça a vontade básica de Deus e aplique em sua vida cotidiana.
Sim… o maior objetivo da bíblia é ajudar você a resolver questões do dia a dia, na sua vida diária, então, nada melhor do que conhecer as bases cristãs e aplicá-las ao seu cotidiano. Quais são os dois principais fundamentos bíblicos?
– Amarás teu Deus acima de todas as coisas
– Amarás a teu próximo com a ti mesmo

http://mulhersabiaevirtuosa.com/como-ler-a-biblia-em-um-ano-e-entender/

                                                     



segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

Lançamento de filmes ,neste mês de dezembro!

Olá pessoal que não perde uma estréia no cineminha,segue aqui uma lista de lançamentos para vocês curtirem neste mês de dezembro


07 de dezembro



14 de dezembro




21 de dezembro


25 de dezembro

  • O Rei do Show de Michael Gracey - Com Hugh Jackman, Michelle Williams

28 de dezembro





http://www.adorocinema.com/filmes/agenda/mes/

terça-feira, 3 de outubro de 2017

Nova novela da Globo, “Orgulho e Paixão” será inspirada em quatro livros de Jane Austen

                                     Alessandra Negrini será Suzana em “Orgulho e Paixão”

“Orgulho e Preconceito” não será a única obra de Jane Austen que Marcos Bernstein tomará como base para “Orgulho e Paixão”. O autor também usará outros três livros da escritora britânica para criar os núcleos paralelos da trama, que substituirá “Tempo de Amar” na Globo.
De acordo com a colunista Patrícia Kogut, um desses títulos será “Lady Susan”. O texto, original de 1794, foi a fonte de inspiração de Bernstein para criar Suzana, vilã interpretada por Alessandra Negrini. Empregada de Julieta (Gabriela Duarte), uma mulher que enriqueceu por meio do cultivo de café, Suzana sente uma inveja doentia da patroa e fará de tudo para chegar onde ela chegou.
As outras duas obras em questão, conforme já divulgado pelo RD1, são “Razão e Sensibilidade” e “A Abadia de Northanger”. Da primeira, o novelista retirou a personagem Mariana (Chandelly Braz), jovem romântica, ingênua e também algo espevitada, que será vítima de uma grande desilusão amorosa.
Por falar em “Orgulho e Paixão”, o folhetim já teve sua data de estreia definida pela Globo: será em 13 de março de 2018, uma terça-feira. Dessa forma, “Tempo de Amar” deverá ter seu último capítulo exibido na segunda-feira anterior, dia 12, assim como aconteceu com “Novo Mundo”.
Nathália Dill e Thiago Lacerda protagonizarão a história, acompanhados de atores como Vera Holtz, Tato Gabus Mendes, Ary Fontoura, Chandelly Braz, Mariana Rios, Isabella Santoni e Maurício Destri.

Publicado no RD1

quarta-feira, 26 de julho de 2017

15ª edição da Festa Literária de Paraty

                             Edição de 2017 terá mais autoras e autores negros e orçamento menor

O evento começa hoje, às 19h15m, com a sessão “Lima Barreto: triste visionário”. A historiadora e antropóloga Lilia Moritz Schwarcz vai apresentar uma aula-espetáculo sobre o autor homenageado, com participação de Lázaro Ramos. A direção de cena é de Felipe Hirsch. Às 21h30m, o pianista André Mehmari fará a primeira audição de sua “Suíte Policarpo”
Neste ano, o orçamento da festa foi reduzido para R$ 5,7 milhões, contra R$ 6,8 milhões em 2016. O valor engloba atividades desenvolvidas ao longo de todo o ano em Paraty
A capacidade do Auditório da Matriz, como foi rebatizada a Igreja Matriz de Nossa Senhora dos Remédios, é de 450 lugares. Há mais 700 cadeiras no Auditório da Praça, onde haverá um telão com transmissão ao vivo e tradução simultânea. A antiga Tenda dos Autores tinha capacidade para 850 pessoas
56 casas participam da festa (a conta foi feita a partir das obras publicadas pelos autores convidados)
São, no total, 46 autores convidados para a Flip, sendo 24 mulheres e 22 homens (é primeira vez em que o número de mulheres é maior que o de homens)
30% dos autores convidados são negros; entre eles, os brasileiros Conceição Evaristo e Lázaro Ramos, o americano Paul Beatty e o jamaicano Marlon James

sábado, 25 de março de 2017

Cabelos e o uso do henê!

Olá minhas queridas ,muitas pessoas mim perguntam o que eu fiz para ficar morena novamente ou seja , meu cabelo está bonito,brilhoso e pretinho!
Como nesse blog falo um pouquinho de tudo deixo a dica para quem quer usar o henê as vantagens e desvantagens!
O henê, é uma química que possui como princípio ativo o Pirogalol, este ativo, é responsável por tingir e alisar ao mesmo tempo. Esta química age na parte externa dos fios, não age alterando a estrutura como outros alisamentos, ele cria uma capa protetora. Esta capa é reforçada com várias aplicações, ou seja, é um tratamento progressivo, depois de umas 10 aplicações que seu cabelo vai ficando liso e preto. Ele pode ser encontrado em 3 formas, do mais forte para o mais fraco: em pó, bisnaga e em gel.



O Henê não é compatível com nenhuma tintura, assim como nenhuma outra química ou alisamentos a base de guandina, tioglicolato, lithio, etc ..
E você tem que amar os cabelos pretos e lisos, pois depois não poderá mudar, apenas se deixar o cabelo crescer e cortar. A regra geral do Henê é: Antes pode tudo, depois não pode mais nada !

Por esse motivo muita gente pensa que não precisa nem hidratar, mas ai que está o erro de muitas mulheres. Este processo exige cuidados redobrados, assim como toda química. O cabelo precisa de reposição de massa, hidratação, queratina, etc.. ou seja, tudo que perdemos durante os processos químicos. Por isso é indispensável as hidratações, umectações e reconstruções, este é o segredo para cabelos com Henê e todos os tipos de cabelos ficarem saudáveis e bonitos.



Vantagens de aplicar o Henê nos cabelos 
 Dá um efeito liso, porém, natural e com balanço

Você mesma pode fazer em casa

Ele não quebra tanto o cabelo como os outros alisamentos

Alisa e colore ao mesmo tempo

Deixa o cabelo com muito brilho e sem volume

Desvantagens de aplicar o Henê nos cabelos 

Você não poderá mais usar outra tinta nos cabelos, ele não é compatível com nenhuma tintura, mudar a cor ? nem pensar !
A única tintura que você vai poder usar, é da Natucor, a base de água, mas ela não altera a cor, apenas escurece os fios e sai muito rápido nas lavagens !

Você terá que usar sempre a mesma cor de cabelo, o preto..então, tem que amar ! a não ser que use o incolor, nesse caso, terá que amar a cor natural do seu cabelo !

Ele demora para pegar, dependendo do cabelo, pode variar de 10 a 25 aplicações.

Em alguns casos, a raiz não alisa direito, em outros casos, o cabelo pode ficar com ondulações leves na extensão dos fios.

Você não poderá mais fazer química de alisamentos ou relaxamentos depois do Henê, antes pode, depois, não pode mais !

Por essas vantagens e desvantagens, algumas pessoas amam e outras desprezam este tratamento, mas ele só é indicado para quem ama cabelos pretos e lisos, Já para quem gosta de sempre mudar o visual, não é aconselhável usar o henê.



Fonte: Juliana Doorman - Cabelos de rainha


quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Jovem que vende geladinho para estudar é aprovado na USP

Belo exemplo de perseverança e força de vontade!

Gabriel Belém, de Jacareí, foi aprovado para Gestão de Ciências Públicas.
Adolescente, de 17 anos, ingressou na universidade pelo Sisu.




Um jovem de Jacareí (SP) que guardava dinheiro para estudar em São Paulo, foi aprovado no vestibular de Gestão Políticas Públicas na USP por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Para arrecadar cerca de R$ 2 mil, ele vende 'geladinho' nas ruas da cidade do interior paulista;
Ele aguardava o resultado do vestibular da Fuvest, que será divulgado na próxima quinta-feira (2), mas por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que seleciona para vagas em universidades públicas, foi aprovado. Ele descobriu o resultado nesta segunda-feira (30).
Gabriel Belém dos Santos, de 17 anos, investiu cerca de R$150 para comprar geladinhos. Os R$ 2 mil que ele conseguiu arrecadar vendendo o geladinho vão ajudar no início do seu curso universitário. Ele vendia o produto nos pontos de ônibus na região central da cidade.
Superação
O jovem mora no Parque Santo Antônio e é filho de um porteiro e de uma auxiliar de enfermagem. Ele conta que sempre estudou em escola pública e que a família não tem condições de mantê-lo em São Paulo. Por isso, ele começou a vender o doce. "Eu faço 18 anos e julho e acho que com essa idade já tenho que ser independente, não quero dar trabalho para os meus pais. 
Mesmo com o que já juntei, não tenho como me manter lá por muito tempo, por isso vou tentar as bolsas que a faculdade oferece de moradia e alimentação", afirmou.Até o dia 10 de fevereiro ele continuará vendendo o geladinho pelas ruas da cidade. Ele começa o ano letivo no dia 6 de março. "A minha mãe está um pouco preocupada de eu ir sozinho, mas está me apoiando. Muita gente aqui na cidade me apoiou. Sou muito grato", concluiu.


Camila Motta G1